Pular para a barra de ferramentas

Oferecimento:

Há cerca de dois meses, foi descoberto pelo WABetaInfo que o WhatsApp planejava novas ferramentas para que o usuário conseguisse controlar o uso de armazenamento dentro do app. Com isso, seria possível melhorar a experiência dos usuários com o serviço. Agora, o mensageiro começou a testar as novidades.

As funcionalidades devem permitir que os utilizadores do aplicativo consigam liberar espaço do telefone ao conseguir gerenciar as mídias recebidas no WhatsApp. A principal ferramenta mostra o espaço total ocupado pelos arquivos e conversas do mensageiro dentro do aparelho.

Mas, além disso, é possível verificar quais arquivos foram encaminhados, os que ocupam mais espaço e quanta memória é necessária para armazenar cada conversa. Com essa listagem, fica mais fácil apagar conteúdos para liberar armazenamento.

Como as ferramentas de gerenciamento ainda estão em desenvolvimento, pode ser que a interface e as funcionalidades sejam alteradas até a versão final – que ainda não tem data para ser lançada. Além disso, é possível que novos recursos com o mesmo objetivo sejam implementados no futuro.

‘Aviso de Privacidade’ para usuários brasileiros

Na semana passada, muitos usuários do WhatsApp no Brasil foram surpreendidos com uma mensagem sobre um novo “Aviso de Privacidade”. Quando acessado, o banner leva para um comunicado sobre o tratamento de dados pessoais por parte da plataforma, tendo em vista a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Se antecipando à vigência da lei (que depende de uma Medida Provisória que deveria ter sido votada em 18 de agosto, mas acabou adiada), a empresa está comunicando aos usuários suas medidas de adequação. A LGPD, entre outras determinações, dá aos usuários o direito de acessar, corrigir, portar, eliminar seus dados, além de autorizar que terceiros tratem seus dados.

“Em determinadas circunstâncias, você também tem o direito de se opor e restringir o tratamento de seus dados pessoais. Nossa Política de Privacidade fornece informações sobre como compartilhamos seus dados com terceiros”, explica o WhatsApp, no comunicado.

A empresa também faz referência à Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD), que será responsável por fiscalizar o cumprimento da LGPD, aplicar sanções, além de alterar procedimentos, criar e gerenciar canais de atendimento. O órgão, porém, ainda não foi criado.

A LGPD deveria estar valendo desde última sexta-feira (14). A nova votação para definir uma possível data de implementação deve acontecer antes do próximo dia 26, ou a MP corre o risco de caducar. Se a votação definir pela retirada do artigo que prorroga a vigência, a LGPD passa a valer imediatamente.

Via: WaBetaInfo

0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.
WhatsApp testa ferramentas para gerenciar armazenamento

Post navigation


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *