Pular para a barra de ferramentas

Oferecimento:

A  obesidade  está sendo  considerada  uma  das doenças  crônicas  mais frequentes  no  Brasil  e  no  mundo,  sendo  mencionada como  epidemia  do  século XXI,  considerada  um problema de saúde pública.

A  obesidade  e  o  excesso  de peso  afetam  as  populações dos  países  desenvolvidos  há mais tempo, mas o que chama a  atenção  é  o  aumento  alarmante  da  incidência  entre  países  subdesenvolvidos  e  em desenvolvimento.  Isso  ocorre  devido  ao  processo  de  urbanização,  o  desenvolvimento econômico  e  industrial  e  a  globalização  do  mercado  de  alimentos,  onde  os ultraprocessados ganham destaque, um novo estilo de vida vem sendo adotado por essa sociedade moderna  e que não  tempo nem para  comer bem, que  se  traduz  em  estresse contínuo, sedentarismo e hábitos alimentares pouco saudáveis.

O obeso tem mais propensão a desenvolver problemas como hipertensão, doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2, entre outras, dessa maneira sabe-se que o excesso de peso é um fator de risco para uma série de doenças.

A relação entre obesidade e diabetes mellitus tipo 2 é bem estabelecida. Indivíduos com sobrepeso ou obesidade têm um aumento significativo do risco de desenvolverem diabetes, risco este  cerca  de  3  vezes  superior  ao  da  população  com  peso  considerado normal.

A falta de hábitos  alimentares  saudáveis e o  consumo  alimentar da população, caracterizado por baixa frequência de alimentos ricos em fibras e o aumento da proporção de  gorduras  saturadas  e  açúcares  na  dieta,  associado  a  um  estilo  de  vida  sedentário compõem um dos principais  fatores etiológicos do DM  tipo 2, sendo assim percebe-se que o excesso de peso e a obesidade estão relacionados diretamente com a DM2.

Segundo diversos estudos, a obesidade e/ou sobrepeso estão presentes na maioria dos  pacientes  diabéticos  tipo  2.  Estima-se que  entre  80%  e  90%  dos  indivíduos acometidos pelo DM tipo 2 são obesos ou estão acima do peso. Dessa maneira, observa-se que o risco de desenvolver o DM está diretamente associado ao aumento do índice de massa corporal. Inclusive, a obesidade tem sido apontada como um dos principais fatores de risco para o diabetes tipo 2.

Diante do  exposto, observa-se o quão  importante  é uma dieta  adequada para a prevenção do DM  tipo 2. Percebe-se que para o diabetes  tipo 2, grande parte dos casos poderiam ser prevenidos evitando-se o excesso de peso.

A prevalência da obesidade e consequentemente do diabetes tem uma correlação estreita  com  uma  dieta moderna  inadequada,  caracterizada  por  um  alto  consumo  de gorduras saturadas e baixo  teor de fibras. Sendo assim, percebe-se que a mudança dos hábitos alimentares é um fator essencial para diminuir a prevalência da obesidade e/ou do excesso de peso.   É importante destacar que o profissional habilitado para prescrever a dieta é o Nutricionista.

Por: Dr. Flávio Quintino
Farmacêutico Clínico
fqconsultoriofarmaceutico@gmail.com

0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.
RELAÇÃO ENTRE OBESIDADE E DIABETES MELLITUS TIPO 2 (DM2)

Post navigation


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *