Oferecimento:

Lançamentos de livros, palestras, debates e shows para celebrar a literatura brasileira, com destaque para a produção pernambucana. Todas estas atividades estão programadas para a IV Bienal Internacional do Livro do Município de Garanhuns, realizada pela Associação do Nordeste das Distribuidoras e Editoras de Livros – Andelivros, com patrocínio da Editora Construir, e apoio da Prefeitura Municipal de Garanhuns.
O evento, que ocupará a Praça Mestre Dominguinhos desta quarta-feira à noite até o domingo (23 a 27/10), oferece dezenas de atividades gratuitas. O feira conta ainda com apoio das Secretarias de Educação, Desenvolvimento Econômico e de Turismo de Garanhuns, além da Prefeitura de Paranatama, Prefeitura de Saloá, Sesc Garanhuns e da Editora Vozes.
São dois os homenageados da Bienal: o jornalista e professor José Cláudio Gonçalves de Lima, e o também jornalista Humberto Alves de Moraes (in memorian). “Temos a satisfação de homenagear duas pessoas muito importantes para Garanhuns, que são o professor Cláudio, que é da rede municipal e autor de vários livros, entre eles a obra A Hecatombe, e Humberto Alves de Moraes, que foi um grande expoente das letras da cidade”, comenta a secretária municipal de Educação, Eliane Vilar.
Entre as atrações confirmadas para a IV Bienal Internacional do Livro do Município de Garanhuns, estão o escritor Raimundo Carrero e a jornalista esportiva Carol Barcelos (25/10), o poeta popular Jessier Quirino (26/10) e o educador Celso Antunes (24/10), autor de uma centena de livros sobre a educação nas várias fases da vida. Todas as atividades da Bienal são gratuitas.
“A Bienal de Garanhuns é um evento pelo qual nutrimos um carinho muito grande. A cidade costuma prestigiar bastante a feira; há muitos leitores na cidade, o que eleva o nível das discussões nos debates e palestras. Pensamos numa programação variada, com um pouco da literatura popular e humor de Jessier Quirino, o jornalismo de Carol Barcelos e o melhor da literatura pernambucana, representada pelo grande romancista Raimundo Carrero”, destaca o presidente da Andelivros, José Alventino Lima.
Tradicionalmente, a Bienal do Livro de Garanhuns é um evento que motiva estudantes e professores de toda a região, em especial do município anfitrião. Para incentivar ainda mais a participação dos educadores e fazer com que eles aproveitem o evento como uma oportunidade de se capacitar, ao entrar em contato direto com autores e especialistas da área, a Secretaria Municipal de Educação disponibiliza bônus para a aquisição de livros na feira pelos profissionais do município.
“Garanhuns recebe a sua quarta Bienal do Livro, que hoje faz parte do calendário oficial de eventos da cidade. Garanhuns é notadamente uma cidade intelectualizada, com uma gama de escritores que honram a nossa terra, e a Bienal vem somar a todo esse conteúdo. É uma oportunidade em que há a confluência dos escritores pernambucanos, notadamente os garanhuenses”, salienta o prefeito de Garanhuns, Izaías Régis.

 

PROGRAMAÇÃO
Começando com uma abertura festiva, na quarta-feira (23), às 19h, com a apresentação da Orquestra Manoel Rabelo, no Centro Cultural, a quarta edição da Bienal do Livro promete movimentar todo o Agreste ao colocar em pauta assuntos variados relacionados a literatura e educação.
Na quinta-feira, 24, a partir das 9h, estão programadas apresentação de cordel, recital poético, apresentação de fanfarra, espetáculo teatral e contação de histórias. Às 10h, o auditório receberá a doutora em pedagogia Maria Alexandre, para o curso Dinâmicas em Literatura Infanto/Juvenil e seus Aspectos Formativos. A tarde segue com mais apresentações de escolas de Garanhuns e de municípios como Saloá, Paranatama, Angelim, Palmeirina, Bom Conselho e Capoeiras.


À noite, uma das principais atrações da feira ocupa o Teatro Luiz Souto Maior. Com mais de 200 livros pedagógicos e cerca de 100 obras sobre educação lançadas, Celso Antunes é especialista em inteligência e cognição, mestre em Ciências Humanas e integrante da Associação Internacional pelos Direitos da Criança Brincar (Unesco). No bate-papo com o público, ele falará sobre questões comportamentais das crianças em sala de aula e os desafios enfrentados pelos docentes na atualidade. Entre suas obras estão Na sala de aula e As inteligências múltiplas e seus estímulos.


No terceiro dia do evento, às 11h, um dos destaques da Bienal ocupa o Teatro Luiz Souto Maior. Trata-se do romancista Raimundo Carrero, que faz uma retrospectiva da sua trajetória com a plateia e apresenta a recém-lançada novela Colégio de Freiras, que sai pela editora Iluminuras. Considerado o maior romancista pernambucano da atualidade, Carrero comemorou os 70 anos de idade, em 2018, com exposição fotográfica no Museu do Estado de Pernambuco, no Recife, e projeto que percorreu as principais cidades do Estado.


No mesmo dia,às 18h, também no Teatro Luiz Souto Maior, a jornalista Carol Barcellos – apresentadora dos programas Planeta Extremo e Esporte Espetacular – fala sobre a experiência com esportes radicais e autografa o seu livro Quebrando os limites. Na obra, ela destaca suas aventuras, como fazer uma ultramaratona no Deserto do Atacama, subir em árvores de 100 metros de altura, entrar em cavernas profundas no interior da China e correr no Polo Norte.


A poesia popular de Jessier Quirino é a grande atração da noite de sábado. Ele apresenta o espetáculo “Juntando os Cacarecos”, a partir das 19h, no Teatro Luiz Souto Maior. O show tem como pano de fundo a história de dois sertanejos, que decidem se casar. O artista lista suas histórias pra animar o dia a dia e desanuviar o cansaço.
O último dia começa em ritmo de forró, às 9h, no Teatro Luiz Souto Maior. Quem dá o tom de São João à manhã é Quadrilha Império Nordestino. O domingo segue com outras apresentações de música e dança, além de palestras sobre temas variados, até as 21h, quando acontece o encerramento da quarta edição da feira.

SERVIÇO
Bienal Internacional do Livro do Município de Garanhuns – Abertura: dia 23, 19h. Segue de 24 a 27 de outubro, das 9h às 21h. Na Praça Mestre Dominguinhos, Garanhuns. Entrada franca.

Via – Mia Comunicação

0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.
Quarta edição da Bienal do Livro consagra Garanhuns como polo literário e cultural de Pernambuco

Post navigation


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas