Oferecimento:

Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) deflagraram, na manhã de hoje (26), a operação Águas Limpas. As equipes do Grupo de Atuação Especializada de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco/MPPE) e do BEPI/PMPE estiveram na cidade de Águas Belas cumprindo dez mandados de busca e apreensão em desfavor de oito pessoas físicas, uma empresa e da Prefeitura de Águas Belas.

Segundo o coordenador do Gaeco Agreste, George Pessoa, a operação almeja colher documentos e equipamentos eletrônicos que possam contribuir com a investigação de suposta fraude na contratação de obras públicas de infraestrutura.

Foram apreendidos aparelhos celulares dos indivíduos alvo da operação e os documentos referentes aos contratos firmados pelo município com a empresa investigada.

A Prefeitura de Águas Belas emitiu nota ao Portal Agreste Violento prestando esclarecimento sobre operação do Ministério Público de Pernambuco hoje pela manhã. A ação teve como objetivo a cooptação de documentos e dispositivos de armazenamento de dados para investigação de atos relacionados à gestão passada. A Prefeitura informa que está cooperando com a investigação e não tem conhecimento sobre as causas da acusação.

0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.
Operação Águas Limpas cumpre mandados de busca e apreensão em Águas Belas

Post navigation


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *