Oferecimento:

Passageiros poderão escolher o local de embarque e desembarque, ou seja, veículos fazem paradas fora dos pontos tradicionais ao longo do trajeto.

Um número expressivo de pessoas vive na região metropolitana ABCD da capital paulista, muitas delas fazem um trajeto diário para os centros comerciais de São Paulo. Se utilizar o próprio carro não é uma opção viável, as alternativas estão entre o uso de ônibus metropolitanos ou aplicativos de corrida, como Uber e 99. No entanto, uma nova alternativa chega ao mercado, a qual pretende tornar essas viagens mais rápidas e práticas com a ajuda de um aplicativo.

Com rotas que ligam a cidade de São Bernardo do Campo à Berrini, região corporativa da capital paulista, o app da UBus traz uma novidade ao mercado: ele possibilita aos passageiros escolherem onde querem embarcar e desembarcar, ou seja, os veículos fazem paradas fora dos pontos tradicionais ao longo do trajeto. Antes, o que era uma exclusividade para pessoas com deficiência e mobilidade reduzida.

Apesar de ser conhecida por modelos trólebus, ônibus híbridos e elétricos, para o serviço integrado ao UBus, a Metra utiliza ônibus rodoviários, que trazem cadeiras reclináveis e estofadas, ar condicionado, bagageiro inteiro, wi-fi, tomadas USB, e até mesmo um elevador para usuários em cadeira de rodas. Além disso, a linha batizada 376-SBC, foi autorizada pela EMTU e por isso tem permissão de circular em corredores de ônibus convencionais. Atualmente, são 15 ônibus em operação.

Após o download do app (disponível para aparelhos Android e iOS), o usuário deve realizar o cadastro, e então solicitar a viagem, detalhando o local de origem e destino. O aplicativo vai indicar qual é o horário da próxima viagem e onde é o melhor local de embarque. O passageiro também poderá agendar viagens e até mesmo reservar assentos. O pagamento poderá ser realizado via cartão de crédito, dinheiro ou cartão BOM (Bilhete Ônibus Metropolitano).

Ao final da operação, é gerado um QR Code que deve ser apresentado na hora do embarque. As informações dos passageiros aparecem para o motorista em um tablet, indicando em quais pontos o ônibus possui parada para embarque e desembarque.

A passagem custa R$ 14,50, quase três vezes o valor de um ônibus metropolitano normal. Porém, segundo o cálculo da empresa que opera a linha, é estimado que quem utiliza o serviço da Ubus economiza cerca de R$ 7 mil (por ano) comparado a quem percorre o mesmo trajeto utilizando um carro.

Via: Tecnoblog/G1

0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.
Ônibus por aplicativo começa a funcionar em São Paulo

Post navigation


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas