Oferecimento:

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) emitiu, nesta quarta-feira (3), uma recomendação alertando os prefeitos para as medidas de reabertura das atividades econômicas no Estado. Conforme o MPPE, os gestores municipais podem restringir ainda mais as medidas preconizadas, mas não é possível afrouxar as medidas determinadas pelo Governo de Pernambuco.

“São conhecidas as reiteradas tentativas de contenção da pandemia da Covid-19 realizadas. Ainda assim, tem chegado ao conhecimento deste órgão que alguns prefeitos promovem movimentos de flexibilização, ou até mesmo de descumprimento, das normas restritivas emanadas das autoridades sanitárias no âmbito federal e estadual”, disse o procurador-geral de Justiça, Francisco Dirceu Barros.

A Recomendação PGJ n.º 28/2020, que fala sobre a competência legislativa suplementar dos municípios de tornar mais restritivas as medidas concebidas pela União e pelo Estado de Pernambuco, foi assinada pelo procurador-geral de Justiça, Francisco Dirceu Barros, e emitida por meio do Gabinete de Acompanhamento da Pandemia do novo coronavírus.

Segundo a recomendação, o procurador-geral orienta que os membros do MP pernambucano adotem as medidas necessárias para fazer cumprir as normas sanitárias federal e estadual. “A adoção de qualquer medida legislativa pelos Municípios que se afaste das diretrizes estabelecidas pela União e pelo Estado de Pernambuco configura violação ao pacto federativo e à divisão espacial do poder instrumentalizada na partilha constitucional de competências, colocando em risco os direitos fundamentais à saúde e à vida, sobretudo pela sobrecarga e colapso do sistema de saúde, em razão do descontrole na disseminação viral”, reforçou o procurador no texto da Recomendação.

Coronavírus em Pernambuco

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou, nesta quinta-feira (04), 1.044 novos casos e 122 morte pelo coronavírus em Pernambuco. Entre os confirmados nesta quinta, 243 se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e 801 como leves.

Agora, Pernambuco totaliza 37.507 casos já confirmados, sendo 15.292 graves e 22.215 leves. Além disso, o Estado soma 3.134 óbitos pela Covid- 19.

De acordo com a pasta, o aumento no número de mortes no boletim desta quinta está relacionado, mais uma vez, ao atraso na informação sobre a ocorrência dos óbitos pela rede hospitalar. A pasta informou que 66,3% (81) das mortes relatadas ocorreram entre abril e 30 de maio e 33,7% (41) foram registradas nos últimos 4 dias.

Fonte: Tv Jornal

0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.
MPPE diz que prefeitos não podem desobedecer regras do Estado sobre reabertura das atividades afrouxando medidas

Post navigation


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas