Oferecimento:

Líder do Governo Sivaldo Albino na Câmara Municipal, o vereador Luizinho Roldão (PSB), apresentou hoje um requerimento dirigido ao dirigente do Poder Executivo para que a base de cálculo salarial dos professores de Garanhuns seja feita em hora aula e não como hora relógio,  como determina a lei 4.400/2017.

Segundo o vereador, o projeto aprovado na gestão do prefeito Izaías Régis (PTB), em 2017, pode ser considerada como “a verdadeira lei da maldade”, por ter aumentado em 20 ou até 50% a unidade de trabalho dos professores do município, sem nenhuma contrapartida para os docentes. “Essa medida atingiu 315 professores que ficaram trabalhando a mesma quantidade de horas, porém recebendo menos”, frisou Luizinho.

Vereador disse que conhece bem a realidade dos que trabalham em sala de aula, pois sua mãe é professora aposentada e duas de suas irmãs se dedicam à arte de ensinar. “Assim, defendo os professores do município como se estivesse defendendo também minha mãe e minhas irmãs”, justificou.

Ele fez um apelo ao prefeito Sivaldo Albino para que seu requerimento seja atendido, de modo a se corrigir uma injustiça que foi praticada contra os professores de Garanhuns.

Via Blog do Roberto Almeida

0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.
LUIZINHO ROLDÃO APRESENTA PROJETO PARA QUE PROFESSOR VOLTE A RECEBER POR HORA AULA

Post navigation


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *