Oferecimento:

Por Leonardo Ferreira

Usuários da Vila Maria estão aflitos com a estrutura daquela lavanderia, há anos que não recebe cuidados na parte física e em praticamente toda a extensão.
É nítido o desgaste da estrutura, as ferragens das colunas estão a mostra e completamente deterioradas pela ferrugem, o reboco em vários pontos já cedeu.

Conversando com dona Júlia que há quarenta e cinco anos tira seu sustento como lavadeira, nos contou que há cerca de cinco ou seis anos, uma moradora de rua que frequentava o local, conhecida por dona Pepeta, foi atingida por uma parte do teto que desabou, fazendo com que ela falecesse alguns dias depois. Dona Júlia, também informou ao Jornal Informa Digital que o prefeito Izaías Régis fez todo o saneamento básico no local, contudo a galeria ficou aberta, fazendo com que os moradores do local sofram com o mau cheiro.

Dona Júlia entrevistada

 Com uma escassez de água em praticamente todo estado, é inadmissível que em nossa Garanhuns, tantas ou praticamente todas as nascentes estejam poluídas. O desperdício de água é um absurdo, mas aqui na “Cidade das Flores” há décadas o líquido mais precioso do mundo vai embora, literalmente, pelo ralo do desdém.

Falta boa vontade para se fazer um projeto para despoluição e utilização consciente de nossas águas.

0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.
LAVANDERIA VILA MARIA JÁ CHEGOU AO PONTO DE DESABAR MATANDO UMA PESSOA

Post navigation


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *