Pular para a barra de ferramentas

Oferecimento:

Você não queria, mas agora é obrigado a encarar câmera, luz, ação!

Seus clientes não estão mais em sua loja, seus alunos não estão mais em sala de aula e seus concorrentes estão a um click de teclado. Agora você precisa se reinventar para continuar respirando.

A distância imposta pelo isolamento social nos obriga e desenvolver novas habilidades de comunicação e relacionamento. O falar não basta. A imagem pode não refletir a realidade. Então o conjunto precisa ser natural, verdadeiro e assertivo.

Reuniões, aulas, conferências. Tudo acontecendo à distância e não te dando tempo para aprender e, às vezes, nem de pensar direito. É preciso fazer o caminho caminhando. É necessário inovar no desconhecido e descobrir que o básico não basta mais. A paixão está no ar.

Na web quem se torna “celebridade” é quem tem paixão pelo que faz. Tudo que se faz com paixão tende a gerar um resultado melhor. Paixão é um sentimento próprio do ser humano, é algo intenso e profundo, que gera grande interesse e desperta atração da pessoa que está apaixonada.

Encontros, reuniões, aulas ou qualquer exposição pessoal via web precisam ser tratados como se fossem presencias e com mais atenção aos detalhes.

O público que está nos assistindo precisa perceber que gastamos tempo preparando o ambiente e nos preparando para aquele momento. Essa preparação é percebida nos detalhes, nos cuidados que tomamos para harmonizar o ambiente com o assunto a ser tratado, com a escolha de nossa roupa e com a atualização do tema em debate.

A postura diante de uma câmera deve ser a mesma que teríamos presencialmente. O falar respeitosamente com a plateia e olhar nos olhos, deve ser característica marcante de quem trabalha com pessoas, só que nesse caso, os olhos são as lentes de sua câmera e o respeito é demonstrado pela preparação do que se vai falar e pela paixão com que se fala.

Mas para cada momento existem detalhes que devemos observar para não sermos pegos e taxados de “deselegantes”.

Em videoconferências, por exemplo, a educação nos sugere ouvir primeiro e falar depois. Pedir a palavra e aguardar gentilmente que nos seja dada a oportunidade de nos expressar. Saber ser objetivo e conciso permite um melhor aproveitamento do tempo e abre espaço para que mais pessoas possam se manifestar apresentando suas opiniões e argumentos.

Use seus momentos de exposição pública na web, não importa se é em palestras, aulas, reuniões ou videoconferências, para demonstrar sua capacidade de adaptação e flexibilidade diante de um cenário que nos desafia, a cada dia, a sermos mais criativos, inovadores e agentes de transformação.

Em suma, coloque paixão em tudo, na organização do seu ambiente, no desenvolvimento do seu conhecimento, na preparação de sua voz, na iluminação, no som e, principalmente no respeito para com seus ouvintes.

Você está na web, queira ou não, então venha somar com quem quer dividir conhecimento. Traga sua paixão por ensinar e aprender. Multiplique as boas práticas do convívio humano, mesmo que à distância e repudie a intolerância.

Autor: Júlio Cezar Bernardelli é mestre em Tecnologia e Sociedade, professor e coordenador de operações dos cursos semipresenciais do Centro Universitário Internacional Uninter

0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.
Estou na Web – e agora, o que eu faço?

Post navigation


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *