Oferecimento:

Na tarde desta quarta-feira (9), durante o depoimento do ex-secretário da Saúde Élcio Franco à CPI da Covid, o vice-presidente da Comissão, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), contou 81 correspondências da farmacêutica  Pfizer  com ofertas de vacinas ao governo federal e disse que a maioria não teve resposta.

“Ao que me parece, pelos documentos que temos aqui, 90% dessas ficaram sem resposta”, disse o senador. Franco, porém, defendeu que algumas das cartas eram repetidas. “Algumas delas já eram respostas às demandas nossas, só para citar para o senhor. Outras, eram e-mails que eles mandavam repetidamente para o Ministério com o mesmo conteúdo que eles mandaram quatro, cinco vezes”.

Via IG

0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.
CPI da Covid: “Pfizer ficou sem resposta pelo menos 81 vezes”, diz Randolfe

Post navigation


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *