Oferecimento:ACESSE NOSSO NOVO SITE WWW.POESIABSOLUTA.COM.BR

O ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello , foi desmentido pelo Tribunal de Contas da União (TCU) ao vivo sobre parecer quanto à compra de vacinas. O TCU enviou uma mensagem para o senador Renan Calheiros, que informou ao plenário o conteúdo.

Ao ser questionado pelo relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, Renan Calheiros (MDB-AL) sobre a demora nas negociações com a Pfizer, Pazuello disse que recebeu recomendação contrária dos órgãos de controle, incluindo TCU, Advocacia Geral da União (AGU) e Controladoria Geral da União (CGU).

O TCU enviou uma mensagem para o senador, desmentindo o que ele havia dito. “Acabo de receber online uma informação do Tribunal de Contas que a Corte nunca deu parecer contrário à compra de vacinas”, afirmou Calheiros.

Pazuello reconheceu o erro e pediu desculpas, dizendo ter confundido TCU com AGU e CGU. O senador Eduardo Braga (MDB-PA) também leu documentos desses dois órgãos apontando não haver impeditivos para a compra de vacinas.“Me parece que o ex-ministro equivocou-se sobre a AGU e a CGU também. O parecer da AGU diz não haver óbices jurídicos intransponíveis à assinatura dos contratos de compra de vacinas. E o parecer da CGU diz que as assinaturas dos contratos se mostram viáveis”, afirmou Braga.

Pazuello justificou que o parecer complementa que os óbices não eram intransponíveis, mas necessitavam de aprovação do Legislativo.

Via IG

0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.
CPI da Covid: Pazuello é desmentido pelo TCU sobre parecer para compra de vacina

Post navigation


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *