Oferecimento:

A proteína, chamada de Sestrin, traz benefícios musculares similares aos da prática de exercícios; testes realizados em moscas e camundongos mostram resultados animadores.

Para muitos, fazer exercício pode ser um sacrifício, principalmente com a rotina atribulada do dia a dia. Pesquisadores de medicina da Universidade de Michigan parecem ter descoberto a solução para isso. Estudos recentes apontam que uma classe de proteína natural, chamada Sestrin, pode imitar os efeitos de exercícios físicos no corpo.

Por enquanto, os efeitos foram notados apenas em moscas e camundongos, mas os resultados podem ajudar os cientistas a combater a degradação muscular devido ao envelhecimento e outras causas – após os devidos testes, claro.

Em suma, o Sestrin pode ajudar pessoas a permanecer saudáveis mesmo que não possam fazer exercícios por alguma limitação. Os pesquisadores começaram estudando a aparente ligação da proteína com o exercício.

Os testes mostraram que moscas sem Sestrin no organismo não obtiveram nenhum progresso sem exercício. Enquanto insetos com a proteína mostraram habilidades acima da média mesmo sem nenhum tipo de atividade física. Quando compararam os resultados, descobriram uma melhor resistência nas cobaias com Sestrin.

No caso dos camundongos, as melhorias não foram apenas de resistência. De acordo com o estudo, os animais sem Sestrin não possuíam capacidade aeróbica, respiração e queima de gordura, normalmente associadas ao exercício. A proteína coordenou essas atividades biológicas ativando ou desativando diferentes vias metabólicas em camundongos.

Mesmo após os testes, os suplementos a base de Sestrin ainda devem estar longe de chegarem ao mercado. Isso porque, de acordo com o professor Jun Hee Lee, um dos responsáveis pela pesquisa, o Sestrin “não é uma molécula pequena, mas estamos trabalhando para encontrar moduladores para resolver essa questão”.

Via: Mashable

0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.
Cientistas descobrem proteína que pode substituir exercício físico

Post navigation


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas