Oferecimento:

Cursos como Blockchain, Criptomoedas e Finanças na Era Digital aliam conhecimento tecnológico em áreas tradicionais.

Em um horizonte de cinco a dez anos, cerca de 30 novas ocupações devem surgir. Essa é a previsão de um estudo conduzido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) sobre as profissões do futuro. Mas, em alguns campos, o futuro já chegou. Exemplo disso é a Indústria 4.0 – ou a 4ª Revolução Industrial –, que estreitou a relação de trabalho entre o homem e a máquina. Nesse cenário, onde novas qualificações se delineiam constantemente, um elemento é essencial: a qualificação profissional.

Agora, além de formações tradicionais, estudantes ou até mesmo quem quer mudar de profissão, já podem se tornar Gestores Financeiros Digitais ou ainda Analistas de Fintechs.  “Há uma tendência corrente no mercado e até mesmo os bancos tradicionais estão buscando se adaptar, investindo em aplicativos e outras tecnologias”, explica o professor Daniel Weigert Cavagnari, coordenador do curso Blockchain, Criptomoedas e Finanças na Era Digital do Centro Universitário Internacional Uninter.

O meio acadêmico se prepara para essa realidade. A Uninter, por exemplo, lançou dez novos cursos voltados para o novo mercado de trabalho, considerando principalmente o uso da tecnologia em áreas tradicionais. Além do campo financeiro, é possível buscar graduações nas áreas de marketing, e-commerce, logística, coaching, empreendedorismo, assessoria executiva e cultura startup, por exemplo. Veja a lista de cursos:

  • Marketing Digital
  • Blockchain, Criptomoedas e Finanças na Era Digital
  • Gestão do E-commerce e Sistemas Logísticos
  • Global Trading: Negócios, Logística e Finanças Globais
  • Coaching e Desenvolvimento Humano
  • Negócios Digitais
  • Gestão Empreendedora de Serviços
  • Varejo Digital
  • Assessoria Executiva Digital
  • Gestão de Startups e Empreendedorismo Digital

O curso de Gestão de Startups, por exemplo, prepara os profissionais para gerirem e trabalharem no novo ambiente empresarial que desponta. “Estamos vivendo uma onda de negócios baseados em tecnologia, o que chamamos de movimento startup. Isso está provocando uma mudança de cultura no processo de gestão de empresas”, explica o coordenador do curso, Armando Kolbe Júnior.

Todas as graduações têm duração de dois anos e concedem título de tecnólogo aos estudantes. Os cursos podem ser realizados na modalidade a distância em todo o País. É possível agendar vestibular até o dia 6 de março de 2019, com início das aulas em 18 de fevereiro. Para mais informações, acesse: https://www.uninter.com/

0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.
Novas graduações visam mercado de trabalho digital

Post navigation


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas