Oferecimento:

O Ministério da Infraestrutura pretende enviar ao Congresso Nacional um projeto de lei que dobra de 20 para 40 pontos o limite exigido para a suspensão da CNH e também que aumenta o prazo de renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) de cinco para dez anos. “A intenção é ampliar a validade de cinco para dez anos até o condutor concluir 50 anos, salvo casos específicos”, afirmou o ministro Tarcísio Freitas.

Segundo Freitas, os estudos que embasam as medidas que serão enviadas ao Congresso foram concluídos e o projeto deve seguir para a avaliação do presidente Jair Bolsonaro ainda nesta semana. O ministro disse também que pretende reduzir o número de instância de recurso nos processos administrativos que envolvem as infrações gravíssimas, ou seja, quando há a suspensão direta da CNH. Atualmente, esses recursos precisam passar por seis instâncias e, com o projeto, passarão apenas por três.

A ideia, segundo Tarcísio, é agilizar a punição às “condutas mais perigosas e aliviar a vida do condutor comum”.
Além de dobrar o prazo para a renovação e ampliar os pontos mínimos para suspensão, o ministério pretende também reduzir o preço para a expedição das carteiras, que atualmente gira em torno de R$ 2.500.

Projeto antigo

Aumentar o limite de pontos para a suspensão da CNH era um projeto do então deputado federal Jair Bolsonaro, em 2011. Na época, o projeto não avançou e, com a mudança de cargo para presidente, o assunto voltou à tona. Para especialistas, as propostas podem trazer insegurança ao trânsito.

Fonte: JC Online

0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.
Governo pretende dobrar limite da suspensão da CNH para 40 pontos

Post navigation


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas